Ínicio Arquivo

Microsoft e GNR unem-se em nome da segurança informática

 2017-02-07

A Microsoft e a Guarda Nacional Republicana estão a preparar diversas ações de sensibilização para as “boas práticas” da navegação online, que começam hoje e vão até ao próximo dia 10 de fevereiro.

No âmbito do Dia Europeu da Internet Segura, que se celebra hoje, dia 7 de fevereiro, a Microsoft e a GNR unem-se pela quarta vez, numa parceria onde pretendem alertar sobretudo as crianças e jovens do país, os seus encarregados de educação e a população sénior para os comportamentos de risco na Internet.

Sob o lema “Marca a diferença: Unidos por uma Internet melhor!”, as ações de sensibilização serão ministradas por 320 militares da GNR e por mais de 80 voluntários da Microsoft Portugal, que abordarão temas como o cyberbullying, o furto de identidade, a privacidade, a incorreção das fontes de informação, os vírus informáticos e a dependência da Internet.

Durante o ano de 2016 foram registados 911 crimes informáticos, menos 157 do que no ano de 2015. Não obstante, com o aumento dos recursos tecnológicos, registou-se um aumento de outros crimes relacionados com o meio informático como é o exemplo das 3 171 burlas (mais 291) e das 98 extorsões (mais 22).

Em 2016, a Microsoft e a GNR sensibilizaram 75 mil alunos, realizaram 450 sessões de esclarecimento para estudantes, registaram 150 sessões para seniores, com o apoio de mais de 200 voluntários. Para 2017, o objetivo é chegar a mais de 90 mil alunos, 1 500 pais, 400 escolas, 1 500 professores e 2 mil seniores, com o apoio de mais de 700 voluntários.

Assinalado desde 2009, o Dia da Internet Mais Segura é promovido pelo Consórcio de Internet Segura de Portugal do qual fazem parte a Microsoft, a Fundação da Ciência e Tecnologia, a Direção Geral de Educação, o Instituto Português do Desporto e Juventude e a PT Fundação.

Por ITChannel