Ínicio Arquivo

Aguirre Newman Arquitectura “desenha” novos escritórios da Chanel em Lisboa

 2017-03-08

O departamento de Arquitectura da Aguirre Newman foi responsável pelo projecto desenvolvido em modelo chave-na-mão das novas instalações da Chanel, no Edifício Marquês de Pombal, nº 16 numa área de 270 metros quadrados.

Após 20 anos sediada em Portugal, a Chanel decidiu mudar de instalações, começando por tornar a sua sede em Lisboa, totalmente inovadora, contemporânea e elegante, tal como a marca assim o exige. Neste sentido a Aguirre Newman desenvolveu o projecto de arquitectura, execução e acompanhamento de obra, no qual conseguiu ir de encontro ao desejado, apresentando soluções criativas e sofisticadas que ultrapassaram positivamente os ideais propostos pela Chanel.

Maria Leonor Botelho, arquitecta da Aguirre Newman que realizou e dirigiu o projecto salienta que “a Chanel é uma das mais influentes marcas de luxo do mundo, desde sempre manteve a elegância e a simplicidade em todo o seu design. Os desenhos Chanel são únicos e tornaram-se símbolos de sofisticação. Tal como Coco Chanel era uma mulher de contrastes – descrição e extravagância, ostentação e simplicidade.

Os novos escritórios da Chanel são caracterizados pela fluidez como resultado da forte relação com o exterior através de grandes janelas para uma das zonas mais conceituadas da cidade de Lisboa. Recorre-se ao contraste de grandes planos deslizantes em ferro que encerram espaços e a soie sauvage que decora todo o espaço. O maior desafio do projecto foi aliar desenho geométrico e simples à complexidade com custos controlados, o que não impediu a utilização de soluções inovadoras, excedendo a expectativa do cliente.

A nova sede procura utilizar novas abordagens aos espaços de trabalho, garantindo um ambiente contemporâneo que reflecte a identidade e princípios Chanel.”

O Edifício Marquês de Pombal 16, sob gestão da Aguirre Newman está inserido no coração de Lisboa e foi alvo de uma intervenção colocando-o ao nível dos melhores escritórios da zona Prime de Lisboa. Apenas com um piso disponível com 325m², este edifício está dotado de condições para receber empresas que pretendem um grande nível de notoriedade, tais como as que já se encontram instaladas: Actelion Pharmaceutical, Aguirre Newman, Banco do Brasil, BNI, RFF Advogados, Emirates Airlines e agora a Chanel.

Este edifício é propriedade da Sociedade Gestora Fundger, entidade que teve um papel importante pelo sucesso da colocação deste activo imobiliário.

Por Construir a 7 de Março de 2017