Ínicio Arquivo

Europeus incapazes de memorizar informação guardada nos dispositivos

 2015-07-03

Luso Cuanza: O Efeito Google - Kaspersky Lab batizou-o de Amnésia Digital

O “Efeito Google” é atribuido à tendência de esquecer a informação ev resulta do hábito de procurarmos o que desejamos na internet. 

Os europeus são dos mais afetados por este fenómeno, de acordo com um novo estudo. Metade é capaz de recordar o telefone da casa em que vivia aos 10 anos, mas não o número actual dos seus filhos, escritório ou inclusive cônjuge.

Esta tendência para não memorizar informação tem vindo a agravar-se à medida que recorremos cada vez mais aos dispositivos móveis para armazenar dados pessoais. Este é o resultado do mais recente estudo da Kaspersky Lab, que inquiriu seis mil utilizadores, maiores de 16 anos, em seis países europeus. 

Os dados extraídos do estudo sugerem que a nossa incapacidade de reter informação importante deve-se ao facto de estarmos cada vez mais a delegar a responsabilidade de memorizar nos dispositivos digitais, sobretudo nos smartphones. Pouco menos de metade (43%) dos consumidores mais jovens inquiridos (16 a 24 anos de idade) diz que o seu smartphone tem quase tudo o que necessitam saber ou recordar.

O estudo revela ainda que a maioria dos europeus ligados à Internet não é capaz de recordar de memória os números de telefone importantes, incluindo o dos seus filhos [53%], o da escola dos seus filhos [90%] ou o do seu local de trabalho [51%]. Cerca de um terço também não consegue recordar o número do seu parceiro – mas quatro em cada dez ainda se lembram dos seus números de telefone da casa em que viviam quando tinham entre 10 e 15 anos de idade.

A Kaspersky Lab batizou este fenómeno de “Amnésia Digital”: a experiência de esquecer a informação que se confia e armazena num dispositivo digital. O estudo encontrou evidências de Amnésia Digital em todos os grupos etários e por igual entre homens e mulheres.

Fonte: ITChannel